Quanto Custa Anunciar no Google – Descubra em Nosso Artigo

Quanto custa anunciar no Google

 

Antes de falarmos sobre quanto custa anunciar no Google, é importante estar claro que a ferramenta específica para isto é o Google AdWords.

Se você já tem uma noção do que é o Google AdWords, vamos entender os custos!  

Independente do segmento do seu serviço ou produto, a presença digital é importante para atingir o sucesso. Somente assim você poderá impactar as pessoas para que as mesmas cheguem ao seu conteúdo e convertam-se em consumidoras, por exemplo.

Desse modo, aplicar técnicas SEO e utilizar técnicas de marketing digital que atraia tráfego até o seu produto, de forma consistente, é o primeiro para garantir essa presença. Porém, muitas vezes podem surgir algumas dúvidas sobre valores e formas de aplicá-los nestes anúncios.

Mas fique tranquilo! Estamos aqui para tirar as suas dúvidas acerca dos valores de CPC (custo por clique) do Google AdWords.

Como funciona o Google AdWords?

O primeiro passo para compreender os valores do Google, é entendendo como ele funciona. De maneira sucinta, o Google AdWords funciona a partir de anúncios pagos, onde você divulga a sua empresa ou produto através de 5 opções:

  • Banners em blogs, sites e portais na internet;
  • Anúncios de vídeo;
  • Links patrocinados;
  • Google shopping;
  • E uma “mistura” de todos os formatos.

A partir disso, o seu público alvo receberá informações sobre o seu produto, clicando nos anúncios e chegando até o seu conteúdo. É por este clique que você pagará, e o valor irá variar de acordo com alguns fatores específicos.

Quanto custa anunciar no Google AdWords?

O custo para cada tipo de anúncio e como é veiculado

De acordo com o formato do anúncio, o valor a ser pago pode variar. Esse valor é pré-estabelecido assim que você inicia a sua campanha no Adwords.

No caso dos banners, você deverá ainda escolher a segmentação de divulgação, ou seja, em que tipo de site você quer que o seu banner vincule. A cada clique no seu banner, você paga um valor específico ao Google.

Quanto aos anúncios em vídeos, você paga por visualização de acordo com o segmento escolhido – vídeos sobre produtos de cabelo, vídeo de música, etc.

Por fim, no Google shopping e nos links patrocinados, os mesmos aparecerão a partir da pesquisa de uma palavra chave especificada por você, e cada clique lhe custará um valor.

Tipos de palavras chaves

O custo para anunciar no Google AdWords irá variar de acordo com a escolha da palavra chave. Desse modo, é importante você ter em mente que existem dois grupos principais de palavras, que são:

  1. Head keywords: São as palavras mais genéricas, curtas, com alta concorrência e um volume de pesquisas mensais elevado. (Exemplo: Emagrecer).
  2. Long tails: São as palavras mais específicas, maiores, com alta ou baixa concorrência e um volume de pesquisas mensais menor. (Exemplo: Como emagrecer em casa).

Ou seja, o preço poderá variar de acordo com o tamanho da palavra que você escolher. As palavras mais genéricas e amplas tendem a ter um CPC maior. Enquanto que, as palavras maiores e mais específicas, normalmente apresentam um CPC menor.

Porém, é claro que não podemos generalizar! Existem palavras chaves genéricas que não apresentam valores tão elevados. Mas, em sua maioria, custarão um pouco mais que as palavras específicas.

E, além disso, o que será entregue para o usuário poderá ser mais segmentado ou não, a partir da palavra. Ou seja, a nossa primeira opção é ampla, mais cara e talvez não entregue o que o usuário está procurando. Enquanto que a segunda impactará perfeitamente a persona do seu negócio.

No nosso exemplo, temos os seguintes resultados a partir do Google AdWords:

  1. Emagrecer: de 100 mil a 1 milhão de pesquisas por mês – CPC R$0,06;
  2. Como emagrecer em casa: de 1 mil a 10 mil de pesquisas por mês – CPC R$0,01.

Viu a diferença? No primeiro caso, o investimento financeiro pode ser maior e os resultados serem muito genéricos. Ou seja, o seu conteúdo talvez não resolva o problema do usuário e ele descarte você das opções dele. Enquanto que no segundo, ele encontra especificamente o que pesquisou, e você investe menos por isso.

Em outras palavras, o seu público pode até ser menor, mas ele será de mais qualidade e com taxa de conversão maior.

Você decidirá quanto quer investir

Seguindo o nosso exemplo acima, ficará mais fácil você decidir um valor diário que quer gastar com os anúncios do AdWords. Assim você pode ter um maior controle do investimento, além de acompanhar de perto os resultados da sua campanha.

Como no exemplo das palavras chaves sobre emagrecimento, você pode formular o seu anúncio da seguinte forma:

  1. Emagrecer: R$6,00 por dia equivalem a 100 cliques no seu anúncio. Ou seja, 100 novas pessoas chegarão ao seu conteúdo, diariamente.
  2. Como emagrecer em casa: R$1,00 por dia equivalerá a 100 cliques diários no seu anúncio. Mas, lembre-se de considerar o volume de pesquisas mensais! Neste caso, ainda é possível conquistar os 100 cliques por dia. Mas em palavras com uma busca máxima de 1000 vezes por mês, talvez possa ser mais difícil atingir esta marca, ok?

Porém, sucintamente, o valor irá sempre condizer com aquilo que você pré-definir na sua campanha. Independente se for a partir de uma palavra chave (como no Google shopping e nos links patrocinados), ou a partir de cliques em banners ou visualizações de vídeo.

Mas tenha em mente que não é apenas criar “qualquer campanha” e esperar um resultado satisfatório. O planejamento no AdWords deve ser minucioso, pois somente se atentando aos detalhes é que você atingirá o seu público alvo de forma eficiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *